quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO



Que nesse ano possamos sonhar,
E acreditar, de coração, que podemos realizar cada um de nossos sonhos.

Que esses sonhos possam ser compartilhados pelo bem,
E que eles tenham força de transformar velhos inimigos em novos amigos verdadeiros.

Que nesse ano possamos abraçar, repartir calor e carinho
E que isso não seja um ato de um momento, mas a história de uma vida.

Que nesse ano possamos beijar,
E com os olhos fechados, tocar o sabor da alma.
Que tenhamos tempo para sentir toda a beleza da vida,
E que saibamos senti-la em cada coisa simples.

Que nesse ano possamos sorrir e contagiar a todos com uma alegria verdadeira.
Que não sejam necessárias grandes justificativas para nosso sorriso, apenas a brisa do viver.

Que nesse ano possamos cantar e dizer coisas da vida.
Que não sejam apenas músicas e letras, mas que sejam canções e sentimentos.

Que nesse ano possamos agradecer e expressar a Deus e a todos:
 “Muito Obrigado!”.

Que nesse “todos” não sejam incluídos apenas os amigos, mas também aqueles que, nos colocando dificuldades, nos deram oportunidades de sermos melhores.

E assim começamos mais um Ano Novo,
Um dia que nasce, um primeiro passo, um longo caminho.

Um desafio, uma oportunidade e um pensamento:
“Que nesse ano sejamos, Todos, Muito Felizes!”

* FELIZ *


imagens google
mensagem daqui

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

" NESTE NATAL "


Que você não perdoe apenas no Natal, mas sim constantemente.
Que no próximo ano, você não cometa os mesmos erros,
mas que esteja preparado para novos acertos.

Saiba o que quer e procure fazê-lo com perfeição.

Não deixe para amanhã o que tiver que ser feito hoje.
Viva intensamente porque cada dia é o único.

Que você tenha a vida interior tão grande quanto a exterior.
Que saiba se levantar quando cair e que saiba cair quando estiver muito por cima. Aceite os fracassos como uma experiência e encare normalmente os sucessos.

E que além de acreditar que a paz e o amor existem, você também descubra o caminho para encontrá-los. Não apenas tenha honestidade, mas que seja honesto com você.

Que você consiga se olhar no espelho sem sentir vergonha.
Não humilhe os menores, nem se deixe humilhar pelos maiores.
Não use o seu próximo e nem se deixe usar.

Saiba pedir, mas nunca implorar.
Seja autêntico no que diz, pensa e faz.
Que você não se julgue o primeiro e muito menos o último.

Não machuque os fracos nem se deixe machucar pelos fortes.
Que você e sua integridade não tenham preço.
Nunca negue a esmola ao pobre, desde que a tenha.

Procure sempre ter tempo para os outros e ache tempo para você.
Nunca sinta ódio quando não sentir amor.
Não cale quando tiver que falar, nem fale na hora do silêncio.

Que você não diga verdades para quem não as pediu para ouvir e nem diga mentiras por omissão.
Que no Ano Novo que está por vir, você nunca deixe de sonhar, pois é melhor morrer com um sonho do que nunca ter tido um!!!


"Natal é o nascimento de Cristo. Ano Novo é o nascimento de uma nova esperança. Que o seu Natal seja brilhante de alegria, iluminado de amor. Feliz Natal e o seu Ano Novo cheio de esperança."
Texto tirado daqui
imagens google

sábado, 18 de dezembro de 2010

37a. EDIÇÃO - " O VERDADEIRO AMOR"

Foto retirada do We♥It

O verdadeiro amor é cego
Livre de qualquer preconceito
Demonstra seu sentimento
Tatuando seu corpo.

O verdadeiro amor é único
Abraçados é só sorriso
Tatuagem pelo corpo
Marca o desejo eterno.

O verdadeiro amor é sábio
Traz a felicidade no coração
O corpo repleto de paixão
A tatuagem forma um só.

O verdadeiro amor é sublime
Seja em dia de sol escaldante
Ou de grande tempestade
Rompe barreiras e tudo vence.

*Autoria Irene Moreira*

Participação projeto Palavras Mil
"O essencial é invisível aos olhos"


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

" SOU UMA SONHADORA REALISTA"


Falar em ser sonhador ou realista precisamos analisar a diferença que existe entre um e outro. Conforme fui amadurecendo percebi que ser Sonhadora e ser Realista tem muita diferença, mas me considero uma realista que sonha com tudo e muita coisa é fruto da minha imaginação. A essência da vida se completa no simples fato de podermos sonhar, almejar uma conquista, lutar por um objetivo com todas as forças que dispõe, mas isso tudo não pode ser feito só no imaginário. A realidade é a certeza de estar com os pés no chão e ter a consciência de que precisa trabalhar para poder sobreviver.
Quantas pessoas passam a vida toda sonhando com tudo e todos e deixam de viver suas vidas na realidade.
Fantasiamos o que queremos e como queremos em cima do outro e procuramos não ver os defeitos.
Fantasiamos situações que nos façam sentir felizes e quando enxergamos a verdade por de trás, ficamos arrasadas.

Pesquisando encontrei um comentário que contava sobre “ uma mulher que sonhou em viver num conto de fadas, a vida toda e se casou com um homem que com o tempo, engordou, perdeu um dente e chegava soado do trabalho.
Ela, por sua vez, não conseguia mais gostar dele e foi descoberto que a falta de amor da parte dela, foi porque sua realidade era muito distante do mundo que sonhava...”

Tudo que sonhamos e fantasiamos é muito diferente do que a vida nos proporciona. Mesmo assim, podemos ser felizes, basta sabermos lidar com nossa realidade, aceitá-la e valorizá-la.
A realidade é muito mais forte do que toda e qualquer sonho idealista que construímos no decorrer de nossa vida.

Estando mais conscientes da realidade fica mais fácil enfrentar o mundo com simpatia e atitudes, ao invés de se revoltar entrando em desespero. Quando aprendemos a ficar frente a frente com a dura realidade, vivê-la sem mentiras, o mundo se abre. Perdemos uma parte da inocência e passamos a ter consciência do que as outras pessoas pensam, e até que ponto o pensar delas pode nos influenciar.
Chegamos a um patamar onde encontramos a realidade difícil, a realidade de lutas aonde surgem às vitórias e o conhecimento que é a salvação. Tudo fica mais real, mais sólido, aceitável.
Viver num mundo de mentiras e ilusões pode acabar com uma vida tirando todo o potencial que uma mente pode dar ao mundo. O desespero de tomar conhecimento da realidade pode nos atingir e levar a famosa depressão que é a síndrome da época.

Todos temos que viver a vida de uma forma realista, pois é assim que nos mantemos vivos e preparados para os desafios que temos que enfrentar no dia a dia. Claro que devemos ter nossos sonhos, pois isso alimenta a nossa alma como viver momentos bons cheios de sentimentos de amor, de amizade, de felicidade.

Irene Moreira
 RSantos

Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade.
Walt Disney

Imagens google

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

" O PRECONCEITO DE AMAR"


Homossexualismo sempre foi um tema de grande polêmica por envolver os padrões tradicionais que norteiam a nossa sociedade em relação a educação,a cultura, a religião e ainda temos muitas questões sem respostas em virtude de existir ainda um forte preconceito , mas uma grande maioria hoje já vê de forma indiferente.

Fazer julgamento sobre homossexuais pode vir a atingir a nós mesmos no âmbito familiar, de amigos e até profissional onde o nosso relacionamento não está voltado para saber qual a sua tendência sexual e sim qual é o seu caráter, sua competência e o que ele pode doar de si para o bem do grupo e da sociedade.

Quantos se tornam pessoas tão importantes em nossas vidas independente das escolhas que tenham feito em relação a sua sexualidade?

Considerando a nossa convivência diária numa sociedade com diversas formas de vida sou totalmente a favor pelo direito à indiferença.

Fazer uso do slogan “PELO DIREITO À INDIFERENÇA” utilizado na campanha publicitária feita por uma Associação portuguesa em 2005, visando alertar a população para o preconceito e a discriminação de que eram alvo os gays e lésbicas, foi a forma que encontrei de mostrar como essa luta é antiga e parabenizar essa iniciativa. Ela mostra imagens de manifestações de afetos entre homossexuais dentro do cotidiano e que deixam de causar surpresa ou crítica e de gerar reações de hostilidade contra eles.

Apostando nessas imagens e fazendo uso desse slogan incentivaram e contribuíram para um sentimento de indiferença geral no que diz respeito à orientação sexual dando condições para a total integração social e o viver de uma forma aberta e saudável.
Irene Moreira
Rsantos
11a. Edição - Polêmicas Gays


"Se o amor é perfeito
Então porque será que
Na perfeição do amor
As pessoas tem preconceito de amar?
(Nusa nunes)

(Video You Tube , imagens e pesquisas retiradas da NET)

sábado, 4 de dezembro de 2010

36a.EDIÇÃO - " A MENINA E A MATERNIDADE "


Foto retirada do Tumblr
Sonha com os tempos de menina
Feliz começa a andar descalça
Menina travessa sobe ao telhado
Na companhia de seu violão.

Cheia de amor no coração
Ela canta uma canção
Oferecendo ao bebê
Que nasce em seu ventre.

Admirando o Pôr do Sol
Surgem os pensamentos
Da menina de outros tempos
Que curtia seus brinquedos.

Essa menina na realidade
Descobriu o que é o amor
Mergulhou na felicidade
Chegando a maternidade.

Doce menina que encanta
Linda mulher cheia de ternura
Cheia de alegria solta o canto
E nos lábios um belo sorriso.

Mulher que é uma menina travessa
Menina que em mulher se transforma
Menina que com seu canto nos encanta
Mulher que na maternidade nos ilumina.

Autoria: Irene Moreira


Participação Projeto Palavras Mil

"Estou na caridade da evolução do meu ser.
Quero ser menina, encontro-me mulher...
Quero ser mulher, vejo-me menina..."
(Ferreira Gullar)

Imagens google

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

" O CONTO O DIÁRIO É FINALISTA NO CONCURSO DE CONTOS # VOTAÇÃO ATÉ ESTA SEXTA FEIRA 03/12"

Photobucket


O blog M@myrene  é finalista no II Concurso de Contos do Fio de Ariadne com o conto " O DIário". Esta sexta feira, dia 03/12 é o último dia para você deixar seu breve comentário mais a nota de 5 a 10.


"PARA LER E DEIXAR SEU COMENTÁRIO E NOTA É SÓ CLICAR  NA IMAGEM."

Viram como é simples ?

* * * * * * * * * * *

Então o que estão esperando passem lá e prestigiem e divulguem!!!

"A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo."
(Joseph Addison)

domingo, 28 de novembro de 2010

"PARA REFLETIR "


*Sonhe*
Mas não deseje ser quem você não é.
Isso é pesadelo.

*Almeje*
Mas não queira uma vida igual
a de outrem.
Isso é morte.

*Fale*
Mas não apenas de si próprio.
Isso é egoísmo.

*Apareça*
Mas não se mostre com orgulho.
Isso é exibicionismo.

*Avalie*
Mas não se coloque como modelo de conduta.
Isso é egocentrismo.

*Elogie*
Mas não se desmanche em bajulações.
Isso é hipocrisia.
*Ande*
Mas não atravesse o caminho alheio.
Isso é invasão.

(Silvia Schimidt)



Sou finalista com o Conto "O DIÁRIO"
Clique no selo e deixei  um breve comentário + uma nota de 5 a 10.

Photobucket

Recebi muitos comentários com dúvidas não sabendo onde votar.
 Printei a caixa de comentário para mostrar que é bem simples.
Deverão escrever e dar a nota no próprio comentário.


Espero o apoio dos meus amigos e demais leitores que venham a passar por aqui.
Divulguem e participem!!!
Podem deixar seu comentário é nota até o dia 03/12/2010
Obrigado!!!

Imagens google



sábado, 27 de novembro de 2010

" FELIZ ANIVERSÁRIO AMIGA CHICA"



A Vitrine de Sonhos parabeniza a amiga CHICA pelo seu aniversário desejando muitas felicidades e muitos anos de vida nos enchendo de histórias bem divertidas.



"A vida é um milhão de novos começos movidos pelo desafio sempre novo de viver e fazer todo sonho brilhar."










Parabéns Chica!
Beijos

*SOU FINALISTA NO CONCURSO DE CONTOS E PEÇO SUA VOTAÇÃO"


O meu conto já está postado no Fio de Ariadne e ficará aberto para  os meus amigos leitores durante sete dias  para que façam seu breve comentário com uma nota de 5 a 10.

Passem no Fio de Ariadne  e  prestigiem com a sua votação.



Photobucket

MEU CONTO DE FADAS É UM DOS FINALISTAS
O mundo virtual nos leva a aceitar desafios que nós mesmos nos surpreendemos e foi na Blogagem Coletiva "Meu personagem preferido" que me apaixonei pelo Fio de Ariadne. Quando lançou o II Concurso de Contos fiquei maravilhada, pois gosto de contar histórias e de escrever, mas nunca o fiz para um concurso. Peguei o selo do concurso e fiquei namorando, elaborando, consultando a amigos que me incentivaram e deixando a minha imaginação fluir para chegar ao conto que hoje está entre os seis finalistas.




“Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo... Mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade...“ (Walt Disney)


"DIVULGUÉM E REPASSEM AOS SEUS AMIGOS"

Obrigado!

Beijos

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

" MEU CONTO DE FADAS É UM DOS FINALISTAS"

O mundo virtual nos leva a aceitar desafios que nós mesmos nos surpreendemos e foi  na Blogagem Coletiva "Meu personagem preferido" que me apaixonei pelo Fio de Ariadne. Quando lançou o II Concurso de Contos fiquei maravilhada, pois gosto de contar histórias e de escrever, mas nunca o fiz para um concurso. Peguei o selo do concurso e fiquei namorando, elaborando, consultando a amigos que me incentivaram e deixando a minha imaginação fluir para chegar ao conto que hoje está entre os seis finalistas. 

Esta semana o Fio de Ariadne está publicando desde 2a. feira  os seis contos selecionados no II Concurso de Contos.

O meu conto será publicado no sábado, dia 27, onde ficará aberto para  os meus amigos leitores  durante sete dias. Passem no Fio de Ariadne  para comentar e deixar suas notas.

"Ao final da avaliação será tirada uma média das notas para ser acrescida as notas dos jurados. Só poderão comentar leitores cadastrados no blogger e não serão aceitos comentários anônimos. Ajude a escolher o conto vencedor, escreva um breve comentário sobre cada conto e dê uma nota de 5 a 10. Atenção: notas sem comentários não serão computadas e os comentários só serão divulgados depois de encerrada a votação. E vale lembrar: o tema do concurso é Contos de Fadas."

O melhor conto receberá um exemplar do livro Contos de Fadas de Perault, Grimm, Andersen e Outros , da Editora Zahar, que é parceira do blog Fio de Ariadne no concurso.


Espero todos lá para prestigiar na avaliação e aqui está o o meu conto que foi um dos finalistas e que me deixou muito feliz.


* * * * * * *

O DIÁRIO

Michelle morava em Grasse, uma Cidade ao Sul da França e como arquiteta vivia sempre percorrendo as obras a fim de serem entregues no prazo e a contento de seus clientes. Estava a caminho de Plascassier onde começaria uma nova reforma. Era uma casa de campo e para fechar a lista de materiais precisava verificar as condições das madeiras dos pisos, móveis e armários porque poderiam estar danificadas tendo que serem trocadas.

Chegando já estava a sua espera o mestre de obras com o ajudante e iniciaram o passeio pelos cômodos da casa. Depois de um tempo Michelle chegou ao quarto principal e verificando a porta de um dos armários deparou com a última prateleira solta mostrando ao fundo um livro. Abaixou-se para pegá-lo e verificou se tratar de um diário que pela cor e desgaste já estava ali há algum tempo. Olhando mais de perto, depois de sacudir a poeira, não viu nada escrito em sua capa a não ser a data de 1961 gravada em dourado.

Abrindo começou a ler as primeiras linhas onde um jovem rapaz confessava estar apaixonado por uma senhora que tinha idade para ser sua mãe. “Conheço tantas senhoras lá no salão, mas esta tem um encanto especial que é mais que qualquer beleza. Baixinha e com uma história de vida que me lembra a cigana Esmeralda que se comoveu com a infelicidade do pavoroso Quasímodo. Hoje me vejo a frente de uma Rosa, um doce passarinho e não sei o que devo fazer porque quem acreditaria nesse amor?”...
- Sra. Michelle, chamou o mestre de obras a tirando de tão emocionante leitura.

Respondeu ao chamado e foi logo fechando o diário e guardando em sua bolsa. Ficou agitada e impressionada com o pouco que lera e mais ainda por serem declarações de um jovem rapaz. Deixaria para ler em casa com calma e fora dessa agitação que era constante em seu trabalho.

Chegando a casa, super cansada, foi logo tomar um banho para relaxar. Depois de um breve lanche dirigiu-se para o seu quarto. Apesar de todo o cansaço ela estava ansiosa para continuar a leitura do fascinante diário e assim o fez. Começando a ler de onde parou... "Estou preocupado porque sua saúde é frágil e soube que está hospitalizada. Como ela ficou feliz com a boneca grega que lhe dei e parece que gosta de mim também.” E assim Michelle continuou lendo linha por linha daquela história de amor. Em certos momentos o que lia era tão triste que enchiam seus olhos de lágrimas. A senhora que ele chamava de Rosa sofrera diversos acidentes de carro o que a levou a ser medicada com remédios fortes para não sentir dor. Com o tempo já não conseguia mais ficar sem eles por mais que tentassem impedir. Apaixonados um pelo outro, casaram-se apesar da diferença de idade, do escândalo que foi na época e agravado por ela ser uma cantora com um passado de vários percalços. Para todos foi difícil acreditar no amor de uma mulher adulta e famosa por um jovem grego, mas eles se amavam e isso que importava. Ele estava revoltado por ter sido chamado de aproveitador e como podia provar ao mundo que era verdadeiro esse seu amor.

O dia amanhecera e Michele adormeceu junto ao diário. O despertador tocou o que a fez levantar-se e cambaleando andou em direção ao banheiro. Parando na porta lembrou que era sábado e não tinha nada de importante em sua agenda. Em parte foi bom porque daria tempo de se entregar as declarações daquele diário anônimo.

Continuando a leitura foi vivendo as emoções que percorriam aquelas linhas. O rapaz chorava a morte de sua Rosa, de seu pequeno passarinho. Com o corpo já debilitado pelos acidentes sofridos e pelos fortes remédios ela não resistiu e acabou falecendo. Dizia sempre que não se arrependia de nada e que sua vida, suas alegrias estavam ali com ele.

Viveram um grande amor durante um ano. Restara a ele conviver com a imagem de inescrupuloso e oportunista por ter herdado uma fortuna, mas na verdade o que tinha pela frente era uma lista interminável de dívidas devido a enfermidade de sua amada. Em silêncio ele foi pagando como pode todas as dívidas até deixar totalmente limpo o seu nome e de sua mulher.

Na última página ele escreveu: Vivi esses anos em total silêncio e amanhã todos vão me ouvir e me dar razão. Qual o motivo que me prende mais a esta vida? O que mais me interessa se não posso compartilhá-la com o único amor da minha vida? Hoje me despeço dessa vida e o faço por você meu amor.”

Michelle estava aos prantos com o que acabara de ler - uma maravilhosa lição de amor que um jovem grego ensinara ao mundo. Ao fechar o diário observou que havia algo escrito e não conseguia entender direito, pois as letras estavam falhadas. O pouco que conseguiu decifrar foi a palavra "sarapo” que depois ficou sabendo que em grego queria dizer “eu te amo”.

Ler esse diário, além de mostrar uma grandiosa lição de amor, ensina que não devemos julgar pelas aparências, pelos preconceitos porque atrás deles poderá estar escondido, muitas vezes, o verdadeiro amor.


Autoria: Irene Moreira

"DIVULGUEM E REPASSEM AOS SEUS AMIGOS"
Obrigado!!!

“Nós vivemos dentro de um grande conto de fadas, do qual ninguém faz realmente ideia”.
(A garota das laranjas, p. 110).
Jostein Gaarder

Imagens google

sábado, 20 de novembro de 2010

35a. EDIÇÃO _ "UMA RUIVA DOMINA A CENA"

Foto retirada do GettyImages
Eram quase duas horas da tarde e estava atrasada para a reunião no colégio de meu filho. Sai às pressas do trabalho e ainda tinha que chegar ao estacionamento para pegar o carro. Olhando para o relógio enquanto ligava o carro verifiquei que tinha menos de meia hora para chegar o que seria impossível, mas mesmo um pouco atrasada ainda teria tempo de conversar com os professores.

Para encurtar o trajeto resolvi ir pela Serra que neste horário estaria tranqüila e acreditava não encontrar nenhum transtorno no meio do caminho.

Seguia calmamente pela direita escutando uma música suave quando avistei saindo da curva dois carros, sendo um taxi, na contra mão. Cheguei a reduzir, mas segui em frente porque imaginei estarem em caminho errado e não tendo retorno fizeram essa barbeiragem.

Quando termino de fazer a curva encontro a minha frente um caminhão de carga com um homem caído no chão e do lado uma caminhonete com as quatro portas abertas. Fiquei sem entender muito bem e com o pé no freio, pois estava numa subida, vejo um homem forte com uma arma na mão vindo em minha direção.

Minha boca secou, meus olhos arregalaram, minhas  pernas tremiam... Ele foi chegando com aquele revolver... O carro foi deslizando e eu vendo tudo em câmara lenta.

Automaticamente olhei pelo retrovisor porque o meu carro havia se encostado ao carro traseiro. Percebi que era preto e que na direção estava uma mulher ruiva.

Estava em pânico que nem o som de suas vozes eu ouvia, me sentia no meio de uma cena de filme de bandido do tempo do cinema mudo.

Em frações de segundo vejo a mulher ruiva sair do carro e caminhar em passos fortes e largos que faziam estremecer o asfalto com o bater do salto de seu sapato vinho.

Ela foi ao encontro do bandido e numa rapidez e agilidade, com passes que mais parecia uma ninja, domina aquela fortaleza deixando-o caído no chão. Num golpe final e brilhante pisa em seu pulso que ainda segurava a arma fazendo com que a soltasse. Para finalizar ela apresenta as suas credenciais de policial e o algema dando ordem de prisão.

Logo em seguida foi chegando à polícia encontrando o bandido totalmente rendido pela policial que recebe todas as honras pelo desfecho feliz evitando essa tentativa de assalto.

Fui socorrida e em poucas horas estava liberada, tendo perdido a reunião, mas por outro lado agradecia por estar viva e nada ter me acontecido.

Estive com a policial e já descontraída agradeci e elogiei dizendo que tinha que ter uma aulas com ela para aprender a me defender e perder esse medo que me dominava. Ela sorriu e me abraçando falou que cada um escolhe a sua profissão procurando ser o melhor, mas que para isso tinha que se gostar e ter dedicação, pois um erro poderia custar à própria vida e a de outros.

*Autoria de Irene Moreira *

Participação do 
 Projeto Palavras Mil

"A mulher é o negro do mundo. A mulher é a escrava dos escravos.
Se ela tenta ser livre, tu dizes que ela não te ama.
Se ela pensa, tu dizes que ela quer ser homem."
(John Lennon)

Imagens google

"Viagem dos sonhos"


O navio está me levando para longe
Sozinha parto para uma viagem sem rumo
Procurando um lugar bem distante
Onde possa encontrar o meu destino.


A vida nos leva por vários caminhos
Onde vivemos de amores e encontros
Que passam sem deixar marcas
Como o frescor de um banho de rosas.


Quero encontrar um amor verdadeiro
Que me faça sentir uma ardente paixão
Juntando nossas almas num só corpo
Enchendo meu coração de tanta emoção.


Sonho tanto para este dia chegar
Transformando em realidade
Estar junto de alguém para amar
Num lugar cheia de felicidade.


Encerrando esta viagem solitária
Transformando meus sonhos
Mostrando os mais belos caminhos
Que me fazem pular de tanta alegria.

Irene Moreira
RSantos


“Um homem precisa viajar, por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros e tevês, precisa viajar, por si, com os olhos e pés, para entender o que é seu …”
(Amyr Klink)
Imagem google

sábado, 13 de novembro de 2010

34a. EDIÇÃO - " MORAVA NUMA CASA VELHA"

Foto retirada do Flickr

Morava numa casa velha
Rodeada pela natureza
Sempre feliz acordava
Para ir ao sol dar bom dia.

Morava numa casa velha
Onde vivi minha infância
Ajudando papai na horta
Brincando de faz de conta.

Morava numa casa velha
Com janelas de madeira
Com comida gostosa
Feita no fogão a lenha.

Morava numa casa velha
Arejada e muito ampla
Para morar toda a família
Onde todo dia era só alegria.

Morava numa casa velha
Onde nada me faltava
Para chegar à escola
Seguia de bicicleta.

Morava numa casa velha
A sombra da árvore sonhava
Crescer e trabalhar um dia
E fazer a casa ficar nova.

Morava numa casa velha
Que reformada ficou nova
Juntando sempre a família
Num encontro de grande festa.

Autoria Irene Moreira

Participação para o Projeto Palavras Mil


"A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família."
Léon Tolstoi

Imagem google

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

"Uma linda viagem"



Na vida sem ninguém, sigo sozinha,
na esperança de que no caminho
encontre pessoas interessantes
me ensinando coisas diferentes.

Por entre o verde vejo uma estrada
acompanhando a linha do trem
seguindo uma trilha cercada
de trilhos de ferro sem fim.

Olhando esse caminho abandonado
escuto o barulho do trem
estremecendo a terra de ninguém
e sua sombra se aproximando.

Com os olhos vagos e perdidos
imagino a frente seguir viagem
e alheio aos meus sentidos
vejo meu sonho nessa miragem.

Vem chegando e penso alto:
- A vida é um trem. Suba a bordo!
Levanto os braços dando um salto
fazendo o trem frear como louco.

Entrando no vagão a minha frente
encontro senhores sentados
todos parecem estar contentes
e me alegro de seguir com essa gente.

Aonde iremos chegar?
Não me importa o que acontecerá
nem por onde essa viagem seguirá
e quando e onde vamos parar.

Sigo o caminho da vida
nos trilhos da esperança
de grande encontros e amores
que me embalam em seus corredores.

Sigo essa linda viagem
que transforma a minha vida
ensinando que amar é importante
e que essa realidade é linda.

Irene Moreira
RSantos
"A vida é uma viagem a três estações:
ação, experiência e recordação."
(Júlio Camargo)

Imagens google

sábado, 6 de novembro de 2010

" Meu querido Eu "


Meu querido Eu

Estou aqui em frente a este espelho desgastado pelo tempo, mas testemunha de quase todos os momentos de minha vida. Você sabe que preciso falar com alguém, preciso desabafar e quando procuro aqueles que poderiam me ouvir não dispõem de tempo ou, quem sabe, não estão com paciência para me ouvir.

Sempre fui uma mulher que pensa mais com o coração do que com a razão. Sempre fui romântica demais, aquela super esposa, aquela super mãe. Incansável em minhas tarefas, conciliando as minhas atividades profissionais as do lar e que como dona de casa sempre fiz o suficientemente necessário.

Este ano lutei com todas as forças para superar a tristeza, o vazio que senti com a partida do meu único filho. Natural, inevitável e esperado. Filhos são esperados, desejados, amados e quando percebemos estão prontos a seguir suas próprias vidas, a construir sua própria família. O meu coração parecia que ia explodir de tanta aflição, mas o mundo o chamou e sei que ele tem que deixar sua marca nos caminhos que escolher da mesma forma que assim o fiz.Agora está tudo bem, já assimilei essa fase e ocupei esse espaço com outras coisas.

Sabes que sou simplesmente uma mulher onde tenho momentos de uma grande fragilidade, momentos de uma fortaleza que removo montanhas em defesa daqueles a quem amo. Passo por fases que me sinto no abandono onde junto sentimentos de tristeza, solidão que o coração até chora, mas ajuda a achar forças para continuar essa minha caminhada pela vida.

Tem dias que acordo cheia de alegria que meu coração explode de felicidade, enfim, sou simplesmente uma mulher sempre na busca de novas realizações, de novos sonhos.

Hoje sou uma blogueira e como gosto, como me faz bem a alma. É um mundo cheio de sentimentos onde conheço pessoas lindas e maravilhosas, passeio por lugares diferentes e cada dia tem uma novidade. Uma forma que me completa é escrever, interagir com esse mundo virtual e buscar transformar em realidade todos os meus sonhos.

Confesso que até quando fico me admirando neste espelho me sinto até mais jovem. Aquele rosto cansado, abatido, amargurado já não está mais presente e sua imagem foi apagada sem eu perceber.

Acho que já falei demais e agora vou deixar você descansar minha amiga inseparável. Sei que sempre que precisar você estará aí pronta para me escutar.

Despeço-me com todo o amor e carinho que tenho por mim.

*Escrito por Irene Moreira*
Participação 8a. Edição

Tema : Meu Eu
 
Foto retirada do We heart it
"O corpo é um caminho - ponte,
e neste efêmero abraço busco transpor o abismo."
Thiago de Mello

Imagens
Google  
We heart it






33a. EDIÇÃO - " A FÉ E SEUS CREDOS"


Foto retirada do site Olhares
(Proibida qualquer edição na mesma!)

Velas acesas a luz do mundo
Avisam a chegada da morte
Acolhem momento triste
Simbolizam a luz de Cristo.

Velas acesas no oratório
Recebem com luz o falecido
Oferecem flores e incenso
Para que na outra vida nada falte.

Velas acesas é idolatria
Um morto homenagear
Apenas flores deve ofertar
Pois a luz Jesus representa.

Velas não são acesas
Nem flores oferecidas
Onde o luto não existe
A vida segue após a morte.

Velas não são acesas
Logo após a morte
Velas são acesas
Um ano depois da morte.

*Escrito por Irene Moreira*


Participação para o projeto Palavras Mil




"O saber que nada sei é nostalgia, uma felicidade triste.
A noção de cada ser no mundo é um mundo em si."
(Cafuncio)


Imagens google